Roberto Pereira


Roberto Pereira, professor, dançarino e coreografo de danças a dois, com registro DRT, iniciou a prática de dança em 1995, a partir do Forró, com o professor Ailton Silva. Anos depois passou a fazer parte do quadro de monitores da antiga Companhia de Dança de Salão do Recife, onde recebeu diferentes influências rítmicas e didáticas. Em 2001, se especializou com professores e escolas de renome no cenário nacional e internacional, tais como: Vítor Costa e Margareth Kardosh, Pablo Vilarraza e Dana Frigoli, Mario Godoy, Ernesto Balmaceda, Junior Cervila, Studio Mora Godoy, Rogério Mendonza, Jomar Mesquita, João Carlos Ramos, Patrick de Oliveira, Carlos Bolacha, Carine Morais, Rafael Barros, Carlinhos de Jesus, entre outros.

Teve grande destaque como profissional quando participou do Campeonato Nacional de Dança de Salão, ficando como 3º colocado em 2003 e se consagrando Campeão no ano seguinte. Com grande inclinação para o Tango, tem como característica a junção entre o tango salão e o contemporâneo, sendo sua maior marca a forte expressão cênica. Ao lado da dançarina Giselly Andrade foi premiado pela coreografia Cosmotango no 1º Dança Pernambuco – Mostra Competitiva de Dança; em 2009 o casal participou do 7º Campeonato Mundial de Baile de Tango em Buenos Aires - AR, e conquistaram a maior pontuação entre os brasileiros participantes com a coreografia Gallo Ciego, ficaram na 54ª colocação no ranking. No ano de 2010 ficaram na 4ª colocação no Campeonato Brasileiro de Tango Show (2010) em São Paulo.       

Participou da gravação do DVD “Reginaldo Rossi-40 Anos”, produzido pela Rede Globo e de espetáculos produzidos pela APACEPE, bem como de importantes festivais no cenário da dança como a Mostra Brasileira de Dança, Festival de Inverno Garanhuns, Baila Recife, Dia Internacional da Dança, Congresso de Dança a Dois PE, Oficina do Samba (RJ), Semana na Cultura Latina (SP), Congresso Brasileiro de Bolero – Edição Nordeste, entre outros. Nos anos de 2012 e 2013 fez a abertura dos shows do Maestro Spok e Orquestra Gafieira de Bamba no projeto Dançando no Galo, apresentando um autêntico samba de gafieira. Também participou da gravação do DVD do Maestro Spok e Orquestra Forrobodó.                          

Como professor, ministra aulas de dança desde 2000 e ao longo desses 15 anos de sala de aula já ensinou em várias academias e escolas da cidade. A sua atuação também se estende a outras cidades como Natal – RN, João Pessoa – PB, Rio de Janeiro – RJ como professor convidado em workshops. Em parceria com a profissional Giselly Andrade, inaugurou a sua primeira Escola em 2010 e desde então aplica um procedimento didático próprio, desenvolvido através de pesquisa e estudos com aplicação prática. Atualmente desenvolve trabalhos coreográficos, dirige e ministra aulas nas três unidades da Escola Roberto Pereira Danças de Salão.


Giselly Andrade


Giselly Andrade é bailarina, professora e coreografa com mais de 15 anos de experiência em dança. Iniciou a sua formação no ano de 2000 no Ballet Fátima Veríssimo e em paralelo fez aulas de teatro e consciência corporal com o professor Francisco Alexandrino. Mas foi em 2002 que deu início ao estudo da Dança de Salão como monitora na Escola Conexão Dance, sob a direção dos professores Roberto Pereira e Andreza Cordeiro, onde aprendeu as diferentes técnicas dos ritmos dançados a dois.

A sua formação como profissional conta com grandes nomes da dança nacional e mundial, tais como: Claudio Gonzalez, Melina Brufman, Dana Frigoli, Pablo Vilarrazza, Vitor Costa, Margareth Kardosh, Carine Morais, Rafael Barros, Rogério Mendonza, Sarah Palhares, Carlos Bolacha, Jimmy de Oliveira, Álvaro Reys, Patrick Carvalho, entre outros.

A partir de 2004 começou a trabalhar com a dança na esfera profissional como bailarina e professora em Pernambuco e em outros estados como São Paulo, Rio Grande do Sul, Paraíba, Rio Grande do Norte e Rio de Janeiro. Ao lado de seu parceiro, Roberto Pereira, obteve destaque em competições. No “4º Campeonato Nacional de Dança de Salão” ficou em 1º lugar na categoria salão livre profissional; “Pernambuco em Dança – Mostra Competitiva” ganhou na categoria Coreografia com Cosmotango; “Campeonato Nacional de Tango” ficou em 4º lugar; e o mais importante de todos, o “Campeonato Mundial de Baile de Tango” em Buenos Aires (Argentina), ficou na 54ª colocação, a melhor entre os brasileiros participantes do ano de 2009.

Atuou como bailarina no Espetáculo Noite Feliz “O Nascimento de Cristo” (São Paulo/SP), Reginaldo Rossi 40 Anos (PE), Tango Síntese (Caxias do Sul/RS), entre outros. Em 2011 foi convidada a coreografar um tango na peça “Essa Febre Que Não Passa” do Grupo Coletivo Angu de Teatro. No ano de 2012 integrou a equipe de apresentações de abertura do show do Maestro Spok e Orquestra Gafieira de Bamba, no Projeto Dançando no Galo.

A sua dança também se fez presente em algumas edições da Mostra Brasileira de Dança, Dia Internacional da Dança, Festival de Inverno de Garanhuns, Oficina do Samba (RJ), Semana da Cultura Latina (SP), Congresso de Dança a Dois PE, Dama Day, entre outros festivais e congressos.

Devido a sua formação como Bacharel em Direito realizou Assessoria Jurídica da equipe de produção executiva da Mostra Brasileira de Dança nos anos de 2014 e 2015.

Como professora ministrou aulas regulares na Atos Escola de Dança e Baillar Escola de Dança, entre os anos de 2009 e 2010. E desde 2010, quando foi fundada a Escola Roberto Pereira Danças de Salão, desenvolve trabalhos coreográficos, dirige e ministra aulas em suas três unidades localizadas em Recife.

undefined